25 de julho de 2017

poematicamente
me dedico no tempo
que nos afasta a 
descalcular todas
as distâncias
porque o que separa
não mede tudo onde
há recipro-cidades
me permito 
o viver em 
tempos de
rara-idades
intens-idades
possibil-idades
incalculáveis

Cáh Morandi

Um comentário:

Thiago Gonzaga disse...

Muito bom. Que a vida seja oportun-idades, de leveza, harmonia e que tudo vire poesia. Rs

Curta