25 de janeiro de 2017

para quem sempre
esquece, amar fica
bem mais fácil

por estar do outro
lado, doer fica
bem mais claro

mas não raro, é mais
doce, embora duro, ser
mais feliz quem tem
passado

Cáh Morandi

Um comentário:

Occhi di bambino disse...

É já o quarto poema que leio em sequência. Perfeito! Sua linha de pensamento é poesia ela mesma. Teu poema é outro poema dentro dela. E a inspiração que teus poemas trazem é poesia em nós. Embora seja duro, é melhor lembrar, é melhor sofrer por amar, e esquecer nunca irá poder se comparar à dor do amor. Verdade!
Não sou poeta, infelizmente, embora tenha tido aula por anos. Aulas não fazem poetas... (risos). Poetas e poetisas nascem assim. Belíssimo. Um abraço

Curta