30 de maio de 2016

não sei qual a última porta
a ser aberta, mas sei que
que estou à frente da última
que precisa ser fechada
o som das vozes ficaram
para trás, os motivos que
antes impediam estão
em recesso agora onde
tudo é miseralvemente
razão
de pés exaustos
de coração ateu
p r o s s e g u i r
no caminho que
há depois do
adeus

Cáh Morandi

Nenhum comentário:

Curta