26 de agosto de 2015

I found it, for sure
we always know
when it is
still I don't know
how to say it
confessing your love
can mean
losing it


Cáh Morandi

23 de agosto de 2015

Leitura de Poema, do livro "Internidades"

sempre será teu nome
a me aproximar da 
saudade; sempre a
primeira luz da manhã 
me salvará a lágrima 
de orvalho; sempre será 
quem despertas nas
noites que faço em mim



                        // sempre meu nome                                      
                       madrugando em tua boca. 

18 de agosto de 2015

a vida que me aconteceu
foi ainda há pouco; ali,
passado e passageira;


           // foi ontem e amanheceu.

Cáh Morandi

5 de agosto de 2015

Encontro em São Paulo

Registro minha admiração e reafirmo meu compromisso na construção do caminho para a futura literatura, onde me manterei fiel à poesia. Aprender a ser coração. Transformar-se em palavras. Alegria e gratidão em saber que as mãos estão dadas! Obrigada!

Foto: Guilherme Antunes, Moreno Pessoa e Cáh Morandi.



Sabe quando éramos crianças e brincávamos de esconde-esconde? Acreditávamos que estávamos escondidos ao tampar os olhos? Mas o mundo continua girando, trazendo possibilidades infinitas e percebemos que nem só de beleza são feitos os caminhos. Única certeza é que tudo muda. E nada deixa de existir porque não queremos ver.

Cáh Morandi

Curta