12 de novembro de 2015

...

O meu coração é um pouco embrutecido. Um pouco duro. Repleto de marcas. E cansado, muito cansado de tentativas. E mesmo no campo de todas as impossibilidades em que me encontro para amar, uma pequena frase, um gesto gentil, mesmo depois de seguidos "nãos", encontra o pequeno e estreito caminho para me desestruturar: "quero te dar o que posso: a certeza do outro dia."

Cáh Morandi

Nenhum comentário:

Curta