15 de julho de 2015

se tu me fazes falta?
que ironia! é só olhar
o vazio da casa, essa
ausência em mim
de poesia, essa secura,
essa amargura em
demasia; todos os
excessos cometidos
são as faltas nesses
meus dias.

Cáh Morandi

Nenhum comentário:

Curta