24 de julho de 2013

te amo além


Se eu disser que nunca amei estaria mentindo. Entenda, eu não poderia te enganar, a dúvida dói mais. Ainda não está tudo acabado, mas agora não quero amar novamente. Para você quero inventar um amor novo, não quero recomeçar o mesmo sentimento de sempre. Somos diferentes demais para um sentimento comum, você não merece o que todo mundo tem, você não pode ser tratado com rotina. Preciso te-amar-além. Preciso ainda inventar o que não existe para amá-lo. Não é sacrifício. Sacrifício é o comum: ligação, jantar na quarta, domingo com a família, cinema. Quero o amor que se revela quando acaba a madrugada. Quero o amor que vem depois do beijo mais intenso. Quero a palavra que testifica a declaração dos votos. Quero o gesto que ultrapassa o carinho. Quero as digitais da tua alma quando tua mão dorme em minha cintura. Nós sempre viveremos além. Nós ainda inventaremos algo maior que a eternidade.


Cáh Morandi

Nenhum comentário:

Curta