3 de julho de 2013

me decora


(...) Doce é ver ele decorando cada pintinha da minha pele, como se fosse uma poesia, como se fosse a mais linda poesia, como se eu fosse sua poesia. Meu corpo agora é seu livro de cabeceira. Conhece minhas páginas marcadas. Me grifa a palavra que alerta. Me dedica para sua vida, com amor.


Cáh Morandi

Curta