25 de março de 2013

sobre você


madrugada de um sábado qualquer
e seu sorriso me brindou
amanheci num domingo diferente
desses que a gente sonha
e acontece de repente

uma sede de saber tudo que te pertence
devolver tua fascinação das minhas palavras
a intimidade era nosso primeiro olhar
precisamos ir muito mais fundo
até você se achar em mim
até eu me permitir em você

uma semana para atravessar -
estou conhecendo o desespero



Cáh Morandi

Um comentário:

Marcos Satoru Kawanami disse...

Carine Letícia, a mulher escondida.

Curta