12 de novembro de 2012

não mais




Lembro de quando te vi a primeira vez, como tremi, como um turbilhão de más e boas intenções vieram em minha cabeça, sinto ainda meu coração disparar. Desde então já não crio expectativas, meu futuro não será melhor que aquele dia.

Cáh Morandi

8 de novembro de 2012

inesquecível



Sempre sobra alguma coisa, um segundo no tempo, um lapso de memória. Um som, um gesto, uma palavra, um toque, qualquer coisa viva e intensa. Mesmo mínima, mesmo perdida em milhões de anos luz, essa pequena faísca que brilhou e apagou quase que ao mesmo tempo, se eterniza em algum lugar da história. Não morrerá comigo, você se fez inesquecível.

Cáh Morandi 

7 de novembro de 2012



A paixão nos abre caminhos. O amor nos leva para casa.

Cáh Morandi

6 de novembro de 2012

O Inesperado




Não há mais nada para acontecer
nada que não seja previsto
nada que possa surpreender
não espanta flores nascendo nas calçadas
não apavora estrelas novas sendo penduradas
nem o corpo vencendo a física
nem o cego lendo mímica
nem a ciência na sua vã experiência e sua cara de
reticências nas coisas que o amor pode fazer...
o mais impossível era esse encontro
entre tantos desencontros,
entre tudo que não tinha nada a ver,
só tinha que ser você para ser inesperado
e agora que venha o que vier
porque de resto nada além,
agora o que vem já é esperado

Cáh Morandi

5 de novembro de 2012

sob


Queremos esconder as tatuagens, mas o amor é profundo demais. Está sob a pele.


Cáh Morandi

Curta