20 de dezembro de 2012

terremotos matinais



‎"Como eu tremo, você me desmorona sem nem mesmo perceber. Uma simples troca, uma mania inocente de abrir os lábios antes dos olhos pela manhã cada vez que te chamo. Levemente sorri e eu bruscamente desarmo. O que seria do meu dia sem teu impacto? Sem teu tato? Sem você no meu mundo?"

Cáh Morandi

5 comentários:

Varlei disse...

Palavras sempre bonitas e muito bem colocadas, parabens!

V. disse...

Que texto apaixonante. Posso copiar Cáh? Com o devido crédito claro! :* To curtindo sua fanpage, curte a minha tb? rs :*

Fernanda Fraga disse...

Arrebento! Que absurdo de perfeito!
Explode coração!
beijos.

Mara Melinni disse...

Que perfeito!!!...

Ótimo fds e boas festas!!

Bjs

A. de Freitas disse...

Adorei seu blog, os textos são maravilhosos...Tenho um blog a pouco tempo mas sempre está atualzado e tem alguns textos seus.

http://www.recortesdeju.blogspot.com.br/

Curta