9 de agosto de 2012



As muralhas que precisam cair em nossas vidas não estão fora, não vieram prontas de algum lugar para nos cercar: nós mesmos que as construímos ao redor de nós na medida que damos mais espaço para o medo, lugar a insegurança, acreditamos no fracasso, anulamos novas tentativas... Esses "tijolinhos" um dia se tornam fortes e ao invés de nos proteger, acabam nos isolando. Construir se torna fácil, mas graças a Deus que os recomeços podem começar a qualquer hora, inclusive quando a tarefa é desconstruir.


Cáh Morandi

2 comentários:

Rosemary Lima disse...

Bela mensagem, adorei!
O seu blog é lindo, to seguindo. Faz uma visitinha ao meu blog tbm e se gostar, me segue de volta!
bjos

http://rosemarylima.blogspot.com.br/

Marcos Satoru Kawanami disse...

eu não sou bom com as palavras, por isso escrevo.

Curta