26 de julho de 2012



Enfim, sinto meu coração voltar ser livre. Basta um piscar de olhos e tudo vem para fora e nada mais fica oculto, nenhum incômodo se sente confortável em nós, e de repente todo medo acabou, tudo que nos torturava com angústia e consumismo... e o "adeus" , o "não quero mais", o "acabou" rapidamente são parte do nosso novo vocabulário e são compreendidos por nossa mente. Estamos leves porque estamos livres, e quem voa não encontra mais o mesmo lugar de antes no céu: permite-se a cada impulso, um novo registro na eternidade. Nunca mais passaremos pelo mesmo caminho.


Cáh Morandi

4 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

Ah, eu faço isso de andar de bicicleta sem pôr as mãos no guidon; reflete a libertação escrita no texto.
É que, se conseguimos ser bons em vida, continuaremos a sê-lo na eternidade, e sentiremos o Bem eternamente.

Camila disse...

olha, tens razão, Por isso devemos valorizar cada passo a cada dia.

Andréia disse...

lindo!

Mina Cara disse...

que bonito...

um beijo

Curta