18 de março de 2012

choro e riso




o infinito que queríamos
ficou no bom do imaginar
quando as coisas nunca serão
não passarão de fragmentos e palavras
jogadas ao vento e um tempo fechado
de qualquer forma, só o fato de lembrar
faz desaguar a chuva que em mim mora
é ainda melhor chorar de saudades
do que rir de tristezas.



Cáh Morandi

3 comentários:

Jéssica Amâncio disse...

se for de saudades das risadas,vale a pena.

Michele Santti disse...

Que lindo!

Ótima semana,
bjs

Mih

Val Santiago disse...

Tens uma sensibilidade incrível!Gosto do que escreves, toca a alma, causa impacto. Deus te abençoe, um abraço!

Curta