23 de agosto de 2011

todos os dias

Para: O dono de um lírio.

Penso em você todos os dias
às vezes mais, às vezes menos
algumas vezes nos pensamentos antes de adormecer
outras nas correrias do dia-a-dia
mas só para você saber, sempre penso
talvez mais do que eu tenho suportado
pois a ferida começa a arder, sufocar
não sei o que fazer com os beijos,
não sei o que fazer com os planos,
não sei o que fazer com as fotos,
não sei o que fazer com as poesias,
sopra um vento frio, queria que você viesse
queria mais um minuto nos seus olhos
queria te fitar de novo até adormecer
queria acordar mais uma vez no seu abraço
e fazer caretas com o guardanapo...
as coisas tolas são as que mais ficam,
o importante sempre é passageiro,
mas a gente nunca nota, não é?

Embora você tenha ido, arranjou um jeito de ficar.


P.S: Eu amo você, pequeno. Sou um lírio de agosto.

10 comentários:

Cantin/ Iolanda Gomes disse...

Lindo! Me descreveu perfeitamente!
Esse lugar aqui é muito aconchegante, espero q não se importe se eu bisbilhotar...

Abraço!

vanessa cony disse...

Linda declaração de amor...São realmente nas palavras simples que encontramos significados assim tão ricos.basta um coração cheio de amor para traduzir o que destinamos ao outro.
Beijo .

♥ Luciana Mira ♥ disse...

Que lindo, Cáh!

J. Ríos disse...

"...não sei o que fazer com os beijos, não sei o que fazer com os planos, não sei o que fazer com as fotos, não sei o que fazer com as poesias..." Descreves corretamente a imensidão do que é e será sempre a saudade, que nos desorienta, nos desgasta!Aqui fico...Parabéns pelo blog!

Abraços e uma ótima semana.

psrecuerdame.blogspot.com

A.S. disse...

Na vida tudo renasce e se renova... até o amor!


Beijos,
AL

territoriodascompradorasdelivro disse...

Oii, primeira visitinha por aqui o/
Adorei seu blog! Muito fofo...
Estarei comentando seus post!
E seguindo, me segue também!
Bjss *-*
http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

Maíra Cintra disse...

Muito lindo.
Tudo que escreve tem muito sentimento!
Parabéns

Alma Exposta disse...

Delicia de poesia como tudo que
vc escreve. Poeta Linda sou sua
eterna admiradora. Obrigada...!
Tem um pedacinho seu no meu Blog.
TI AMO...!

Lua Nova disse...

Que vou dizer? Se eu soubesse como dizer, teria escrito o que vc escreveu, exatamente, sem mudar palavra alguma... rs.
Lindo e tão igualzinho o que a gente sente quando o amor tá doendo e a saudade tá ardendo dentro do coração.
Adoro teu jeitinho de dizer as coisas.

Bom, menina poetiza, fiz uma homenagem pra vc no meu blog branco, "Em poucas palavras alheias..." e gostaria muito que vc fosse lá pra ver. Tomara que vc goste e encare como um carinho.
Beijokas.

http://empoucaspalavrasalheias.blogspot.com/

Ju Sueiro disse...

forte, desde o nome, até o ponto final. Nunca li algo que batesse tanto cmg. 'todos os dias', 'lirios', 'agosto'. Até parece que foi pra mim. Obrigada e beijo

Curta