14 de junho de 2011

déjà vu




queria me apaixonar de novo
e mais uma vez por você
nada diferente de tudo que já tive
nem de mais ou de menos, mas exato
como nosso tempo no espaço
como os abraços que nunca se desfizeram
e os beijos não terminados
é tanto passado nesse presente
indiferente, se não fizer futuro.

(Cáh Morandi)


*obs: vale lembrar que eu também estava com saudades daqui!

11 comentários:

meu mundo e nada mais disse...

Que lindo*-*Belo como sempre.Beijos!

ઇઉ Paula Patrícia disse...

..٩(-̮̮̃•̃)۶ Lindo... é uma delícia em palavras.

xxxxx disse...

Saudades daqui.

Um beijo Cáh amada.

Anônimo disse...

"...indiferente, se não fizer futuro"

indiferente, se não for com vc e pra vc.

Beijoos querida!

Marcos Satoru Kawanami disse...

so, play it again, Sam.

CRIE ATIVE disse...

Estou passando aqui pra fazer uma visita :]
gostei muito do #blog, volto aqui sempre que puder visita o meu blog, segue ou comenta :} eu sigo de volta, seja bem vindo (a) : http://carlosyurii.blogspot.com/ *--*

Sandra disse...

Adoro suas poesias.

Abraços,

Sandra

Erica Gaião disse...

Cáh!

Apaixonar-se de novo pelo mesmo alguém é desejar tocar uma presença que ainda não foi.

Lindo entender esse beijo interminável, num abraço de futuro próximo.

Beijos

Karola disse...

deixando um beijo e flores
lindo feriado

Patrícia Rocha disse...

Aqui é tão bom de ficar =)
Sua poesia é doce!

Beijos lunáticos =**

Anônimo disse...

Acabei de ter um deja vú, e ele não acabou!

Beijo, Cáh!

Curta