7 de fevereiro de 2011

beirando

[Foto: Amanda Cass]





Você está vendo só?
tão simples cair na vida de alguém
mesmo que seja de mansinho,
de pouquinho em pouquinho
até nos encontrarmos inteiros,
mergulhados, envolvidos,
na vida do outro

passa mais perto,
passa beirando meu abismo,
anda sobre a linha que nos divide,
é um risco assumido,
mas é o caminho que se percorre
para de leve, muito leve,
entrar na minha vida.



(Cáh Morandi)

12 comentários:

Keli Wolinger disse...

São os pequenos gestos, a demora e a lentidão do tempo que transformam todas as coisas.

Grande abraço

Etiene disse...

Lindo, eu to tentando cair na vida de alguem aos pouquinhos e torço pra cair e ficar =P.
Beijusss

Sabiana M. disse...

na torcida, sempre... pela queda que traz bons ventos!

Renata Fagundes disse...

é aos pouquinhos que se chega longe

beeeeeeijo moça

Sizií disse...

BonitinhO'...
Beijos

Zil Mar disse...

Oi...

Gosto muito de tudo que vc escreve...

Já fiz vários posts com poesias sua.....

Sou uma admiradora do seu trabalho...

grande abraço!

Zil

vell disse...

amei, o poema é tão... singelo. sem previsivilidade. estou te seguindo, um beijo

vell disse...

Ps. autoriza reblogar? com os créditos claro. bjs ;*

Niel disse...

Olá! Como está? Espero que bem. Olha, meu nome é Daniel Koeller, sou carioca, tenho 17 anos. É a primeira que leio seu blog e, sinceramente, estou encantado. Gostei muito do seu poema. Ficou muito lindo. Parabéns. Também escrevo poesia. Se quiser lê-las, o link é este: http://rabiscosdanoite.blogspot.com/

Um abraço =)

Camila Lourenço disse...

Tenho maior medo desses que chegam de mansinho. Geralmente são os que ficam pra sempre e que dão maior trabalho para esquecer quando é preciso...

Beijo Cáh

Long Haired Lady disse...

roubei-te um post...
nao resisiti!

beijo!

Priscila Rôde disse...

Passei pra te deixar um abraço apertado! Estou aqui lendo suas poesias! Sempre!

Um beijo no seu coração, Poetisa.

Curta