31 de outubro de 2010

Novo blog!

Com muita alegria no coração que gostaria de compartilhar com vocês um novo blog, que vem para compartilhar experiências maravilhosas, e a obra para qual temos sido preparados e aperfeiçoados a cada dia:


Venham, participem, sigam!
Beijos,
Cáh Morandi


27 de outubro de 2010

lá na frente


queria que você soubesse
que não importa, não importa mesmo,
se amanhã ou depois for menos intenso,
for um pouco mais cansativo,
não pense hoje nas coisas de amanhã

mas se pensar,
pense em me ver como uma resposta
num grito de socorro,
pense em me ver como uma passagem
num pedido de sumiço,
pense em me ver como um abraço
num salto para o abismo,
pense em me ver na tua frente,
me aceite agora,
me leve para fazer tua história.




Cáh Morandi

24 de outubro de 2010

21 de outubro de 2010

para não deixar de dizer...




eu tinha uma vontade louca de mudar minha vida
e apostar na tua até a última ousadia
queria mesmo que você revirasse minha rotina
e enchesse de purpurina o ceú do meu quarto
que você viesse no impulso para me assaltar
me mostrar o perigo de encontrar alguém
e dentro desse alguém, o amor

se você topasse ganhar o mundo comigo
e fizesse valer o sentido de perder o medo
eu iria mesmo, metia a cara, perdia o juízo
me perderia na alegria de te pertencer
por acaso ou descuido sempre tem um desvio,
um trevo, um beco a nossa espera
é nossa chance de pular do barco
e eu me lanço no vento que me joga
dentro, fundo, perto de onde você passa

quero que você me proponha um plano louco e absurdo,
mas que seja tão puro e sincero para ser irrecusável
que eu vá mesmo dizendo não
aposte, não importa que irá perder, ganhar
a aposta já vale o risco de um amor
não pense no depois, nas coisas que não sabemos
não se preocupe, há um mundo de possibilidades
boas, ruins, amargas, deliciosas acontecendo
por isso nunca me deixe,
nunca troque meu medo pelo medo de outro alguém
antes me mostre que é possível, mesmo que não seja
me iluda, por favor.


Cáh Morandi

15 de outubro de 2010

(...)


pode ser
que tive que perder
para ver você
como queria ser

te ver tão feliz
e estar tão distante
demorou tanto
para perceber
e não voltar atrás

agora basta saber
que o amor não virá
e se contentar
com uma paixão qualquer


Cáh Morandi

6 de outubro de 2010

sobre a demora


você me ensina a ganhar o mundo
e no fundo, quem ganha é você
tudo que descobri que posso ser
quando me deixa imaginar
alguma coisa boa para acontecer

você me inspira um poema novo
e no fundo, quem inspira é você
quando aparece no meu dia
me fazendo amanhecer
na realidade de uma quase fantasia

e agora vê se dá um jeito
de transformar o que tenho no peito
em algo parecido com um coração

e agora vê se não vai embora
quando alguma coisa demora
ela tem vontade de ficar


Cáh Morandi

Curta