1 de dezembro de 2010

demoras e ausências




É fácil falar de espera
quando não é você que está do outro lado da linha
enquanto não é sua caixa de correios que lota de cartas
e não é sua casa que tem paredes de sobra

É simples não se preocupar com o tempo
quando não é o seu corpo que acumula ausências
enquanto não é sua boca que guarda beijos para depois
e não é a sua pele que se perfuma para ninguém

Seria lindo e ótimo poder observar e
aconselhar que é importante esperar, aguardar
mas agora não dá mais,
estou com vontade de morrer...
de encontro e felicidade.


Cáh Morandi

20 comentários:

Andressa Tavares disse...

que poema lindo.
não sou muito adepta a espera, não gosto, acho que esse tempo que a gente espera, é o tempo que passa e que perdemos alguma coisa :/

Renata Fagundes disse...

as vezes a espera perde a esperança e a saudade toma o leme do barco nos deixando a deriva...

beijos cintilantes moça que espera :)

Ju Fuzetto disse...

Doce!!!

beijos Cáh!!!

M. disse...

Liiindo Cah!
Não julgo esperas, cada um sabe o que é valioso para si e o que merece esse esforço.
O triste mesmo é quando nessa espera não há a certeza do retorno... porém, quem manda no coração? Acho que a pior coisa é tentar enganar a si mesmo e contrariar o que os sentimentos gritam dentro da gente.
Adoro o que tu escreve!
Beijos

Meu eu... disse...

Nossa... Cah , esse realmente vc falou por mim!!
Perfeito... "É simples não se preocupar com o tempo
quando não é o seu corpo que acumula ausências" simples mesmo...

Beijos "Frô" ♥

Gislãne Gonçalves disse...

a espera me cansa.

:)

Priscila Rôde disse...

Tua escrita é única!
Tem uma doçura só sua, um amor só seu!
Ela não se confunde nem finge ser...

Ela é,
linda de longe, de perto,
cá dentro.


Beijos no seu coração.

José María Souza Costa disse...

Esperar não é o pior dos sentimentos.Esperar o perfume das rosas, e este não aparecer.Mas, quase todas as esperas valem apena. Belissimo o seu texto. Estou aqui lhe convidando a visitar o meu blog, muito simplório por sinal, e se possivel seguirmos juntos por eles. Abraços de verdade

Anônimo disse...

Perdi e me encontrei nas tuas palavras tão docemente misturadas.
Essa ausência e pressa na espera, em nós intensas, nos é às vezes tão venenoso. E particular também, como a tua escrita lhe é!
Um beijo!

*Livia* disse...

Lindo, lindo.
Triste. Doce.
Humano!

bjs

2edoissao5 disse...

eu não saberia viver assim...longe do meu amor.

beijo!

Cristiane disse...

Cáh é por isso que faço questão de divulgar suas poesias, suas frases e blogs. Sempre tão intensos. Parabéns!

xxxxx disse...

Acredito que muitos irão desligar o avatar, então já vou me adiantando.

Vim aqui deixar meus sinceros votos de um Feliz Natal e um ano novo repleto de grandes realizações.

Boas festas. Até breve...

Preciso desligar o avatar. Férias. Viagens. Em janeiro volto o//

Bjs,
Mih

Unknown disse...

adorei a imgem, óptima escolha .
mas amei MAIS AINDA o poema, tá "bruto" . vou seguiir ;)

Crys disse...

Sorte daqueles que não vivem de espera. Não sabem quão longa pode se tornar uma semana, e quão eterno um minuto pode ser.

Sorte deles.

Beijo enorme :*

Unknown disse...

Parte do meu coração é chegada,
outra é despedida.

Porém, existe uma travessa no meu coração,
é nesse lugar que aguardo.

(Alan Félix)

Priscilla Campos disse...

É fácil falar de espera
quando não é você que está do outro lado da linha...

Verdade Cáh...

Adoro aki, xeru!!!!

Dani disse...

morrer de encontro e felicidade.

que lindo :)

beijos doces em ti.

Keli Wolinger disse...

Cah,

Quanta intensiadade. Ausência é aquele amor que fica.

Abraços, Keli

Aprendiz do amor disse...

na minha casa tem paredes de sobra porque ninguém terminou a obra rs

Curta