3 de novembro de 2010

sei que preciso





Preciso, sei que preciso
te olhar diferente,
repousar mais doce minha palavra
sobre a tua boca,
saber que meu riso deve vir de leve
sobre tua felicidade,
aprender que minha pressa não me leva
para tua mansidão,
perceber que não precisa de mim doce
me quer serena,
notar que preciso das tuas mãos
e da tua segurança,
e eu estou correndo tanto em direção
de nada e sem saber

E eu te preciso, sei que preciso
não por solidão ou por necessidade,
mas por amor, por gostar, por querer.
Preciso me aproximar, ceder,
compreender que o caminho é outro, mas não.


Cáh Morandi

4 comentários:

PauloMitchell disse...

Adorei.

Principalmente a passagem:"não por solidão ou por necessidade,
mas por amor, por gostar, por querer."

Andressa Keka disse...

CEDER.
a parte mais dificil pra quem tem um mal chamado orgulho.
lindissimo seu texto floor

beijocas.

J. disse...

Lindo como tudo o que vc escreve!
Ceder é muito dificil para uma pessoa orgulhosa mais é necessário

Anônimo disse...

Descobri seu blog por acaso, adorei suas poesias, tudo muito lindo!!!
Já está entre os meus favoritos!
Nina

Curta