23 de setembro de 2010

Entre tanto



o que eu quero
é um caso sério
que beire ou mergulhe
a loucura ou o mistério

o que eu quero
é um caso sério
que baste ou borbulhe
a lisura ou o etéreo

entre o sim e o não
uma possibilidade irrestrita
entre o amor e a solidão
entre a cura e a ferida

entre o fim e o vão
uma polaridade infinita
entre a cor e o borrão
entre a morte e a vida


(Cris de Souza & Cáh Morandi)

23 comentários:

Talita disse...

Muito lindooo!

Marcos Satoru Kawanami disse...

às vezes me vem esse fogo no rabo também, mas não é no rabo... talvez no cabo?

Rafaelle Melo. disse...

Lindo, Cah!

Leve, leve...

=]

Pérola Anjos disse...

E entre antíteses e paradoxos a vida segue igual, tão diferente!

Lindo, Cáh!

Beijos!

Gislãne disse...

Lindo poema às quatro mãos!!!

:)

Domingos Barroso disse...

Belíssimo poema:
cílios a revoarem
por imensa
sensibilidade
...
(pura
harmonia)

Carinhoso abraço.

Gislãne disse...

Oi eu sou gislãne do Blog mudanca.com agora criei outro blog dedicado a textos do meu escritor favorito: Jose Saramago

dê uma olhada lá

bjos

Michele disse...

Ficou lindo!

"o que eu quero
é um caso sério
que beire ou mergulhe
a loucura ou o mistério"

Eu quero! Eu quero!

Bjs no core amada.

Sizií disse...

Lindo!
Abraços'

Sizií disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cleice Souza disse...

Não conhecia esse lugar... é realmente muito belo!


Parabéns moça, teus escritores são encantadores.

Grande beijo!

Guilherme Navarro disse...

Há tempos não leio algo assim, tão intenso e suave.

Arte transborda por aqui.

Priscila Rôde disse...

Sou fã das duas! :)

nathy_vamp disse...

ola... gostaria de parabenizá-la pelos textos... sao muito bons... conheço alguns textos há algum tempo, inclusive tenho uns no meu blog. mas eu ainda nao conhecia o seu blog... muito bom... parabens!

Cris de Souza disse...

escrever contigo é recreio...

amo-te, amorinha!

beijos.

Denise disse...

entre o sim e o não
uma possibilidade irrestrita
entre o amor e a solidão
entre a cura e a ferida


Longo................ENORME
GRANDE.........suspiro

afagos suspirantes

Robson Ribeiro disse...

Oi, Cáh.

Belos versos. Perfeitos para serem cantados.

Beijo.

Thammy disse...

Quanta beleza envolto na doçura desses sentimentos. Tão antagônicos e dependentes. Pois aceito sim, o amor. Amor inteiro, que bagunça o corpo e arrepia cada pedaço de mim. Solidão também, porque eu sou meio solidão, e gosto do meu eu sozinho, me fazendo companhia.
Amei. Lindo, lindo.
Um beijo.

Thammy disse...

Quanta beleza envolto na doçura desses sentimentos. Tão antagônicos e dependentes. Pois aceito sim, o amor. Amor inteiro, que bagunça o corpo e arrepia cada pedaço de mim. Solidão também, porque eu sou meio solidão, e gosto do meu eu sozinho, me fazendo companhia.
Amei. Lindo, lindo.
Um beijo.

Keli Wolinger disse...

Cáh,

Belo texto palavras simples que dizem muito.
O amor inunda o peito e faz transbordar a alma de sentimesntos.

Abraços, Keli

H disse...

Lindo! Eu amo teus textos, tomei coragem de criar meu blog. Acredito que não seja tão intenso e lindo quanto o teu, mas se tu puder dar uma forcinha de vez em quando eu agradeço! Mesmo que seja só pra fazer críticas ruins, hehehe. beijo
http://bananasdescascadas.blogspot.com/

samuelvigiano disse...

O que eu quero é um caso sério...

Eu quero...

Envolvente tua poesia.

Dani Cezar disse...

que ritmo gostoso :)

tuas palavras são sempre lindas.x

saudade de ti, Cáh!

Curta