16 de setembro de 2010

depois é quase agora


Somos ultrapassados por nossa pressa. Só percebemos o amor a tempo de lembrá-lo, só descobrimos que era a última chance depois de perdê-la, só aprendemos depois que os erros foram cometidos, que as oportunidades passaram, que os anos foram estampando nosso rosto. Beijaríamos mais doce se soubéssemos que aquele seria o último beijo, gravaríamos a expressão do riso, o som do riso, a leveza do riso, o porque do riso. Amaríamos mais quem nos importa do que nosso egoísmo. Amaríamos mais e apenas isto nos salvaria de uma vida comum.


Cáh Morandi

19 comentários:

so sad disse...

é sim por isso que nao cosias do amor não tenho pressa nenhuma!
beijo!

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Homenageei você em meu blog.


Deixemos em paz o coração.
Nossa palavra basta.



Venha comigo, vou te acompanhar até saída.



Te abraço com ternura.

Bloguinho da Zizi disse...

Ah... se soubessemos, viveríamos tudo (de bom) em slow motion.

Rosemildo Sales Furtado disse...

É lamentável, mas, infelizmente é assim, o ser humano só dá valor as coisas quando as perde.

Muito bom, próprio para reflaxão.

Beijos pra ti e para os teus.

Furtado.

Rafaelle Melo. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafaelle Melo. disse...

Tive o prazer de te conhecer no blog da Pipa! Entrei, li, encantei-me!

Ler esse post, em especial, foi dar carinho pra minha alma que anda dolorida. Deixo aqui minha gratidão.


Vou buscando não deixar a vida passar!


Te acompanho,
Te abraço.

Keli Wolinger disse...

Aquilo que é tão pouco nos representa tudo.
De quase nada sobrevivemos e pensamos ser de fato, o que nos mantém firmes.

Abraços, Keli

Gislãne disse...

"Amaríamos mais e apenas isto nos salvaria de uma vida comum" e só iso nos salvaria e nós mesmos...

:)

Denise disse...

vigiar-se seria a solução?

trazer para consciencia as ações e não agir no automatico?

estranhamente sabemos tudo,mas a teoria na pratica se mostra falha.

ai ai ai humanos somos.....e comuns.

afagos

Pérola Anjos disse...

Ah, se soubéssemos! Cada minuto seria a vida toda e não haveria este gosto amargo de quase na boca.

Beijos!

Inside Me disse...

oh minha linda, q delícia de texto de foto, passa emoção, faz pensarrr. amei viu, de verdade, verdadeira :D
bjs no seu coração. to voltando a postar. xeru *-*

Angélica Lins disse...

Diante dos teus textos fico com a certeza de que há ARREPIOS POÉTICOS.

Adorável Cah, sigo-te com admiração.
Be:)os meus.

Ana Luz disse...

Maravilhoso - vc sempre me emociona e a todos que passam por aqui!
BJS de LUZ

Ana Luz disse...

Maravilhoso - vc sempre me emociona e a todos que passam por aqui!
BJS de LUZ

Dilean de Bragança disse...

SUSPIROOOOOOOOOOOOOOOO PROFUNDAMENTE!!!

Nada a comentar, sei bem o que acabo de ler minhamaninha querida!

Como sempre são lindos seu versos, me torno cada dia mais redundante ao elogiá-los.

Amo-te e ponto final!

Bjus meus.

Priscila Rôde disse...

Sim, Cáh. Apenas isto!

Lua Nova disse...

"...o que eu quero
é um caso sério
que baste ou borbulhe
a lisura ou o etéreo..."

lindo isso... lindo demais...
Beijokas.

* Felicidade Clandestina disse...

ah, menina.

essa doçura com as palavras que só você tem.

um beijo

Sandrio cândido. disse...

triste, porém uma verdade. só percebemos as coisas quando elas tornam se apenas uma lembrança.

Curta