31 de maio de 2009

à você, por tudo

(foto: cáh morandi e renato)

Para Renato


Às vezes a palavra falha. Ainda não tenho todas elas, pois você é uma história que nunca termina, um poema que sempre começa, a inspiração que sempre me desperta. Você é meu riso repentino, meu vício quase que diário. Você está entre as coisas mais raras que Deus colocou no mundo, e que por mera distração colocou no meu destino. Você que me melhora, que me traz as coisas boas. Que me traz forças, me traz esperanças. Você confia mais em mim do que eu mesma. Você que me leva para Paris, Buenos Aires, Grécia, ou para qualquer lugar que eu quiser sem nem mesmo me tirar do lugar. Você que está em tudo que eu faço. Você que compartilha passo a passo dos meus piores e melhores momentos. Você que realiza meus desejos como se fosse uma estrela cadente caindo sem nunca parar. Você que me faz mais humana, mais sonhadora. Você que me faz mais bonita, mais bem humorada. Você que é meu cúmplice. Nós que seguimos os passos da amizade até chegar ao amor. Amor incondicional e intransferível, que não ficará a mercê do tempo, da distância, de outros amores. Amor dado não se pega de novo. Amor dado não pode ser perdido ou trocado. Quero você na minha vida inteira “ e ainda na manhã do outro dia...” . Quero não me perder de quem me faz bem, de quem me quer bem, de quem me inspira, de quem faz os dias serem fardos mais leves. A palavra falha, tenho certeza. Hoje é o dia do seu aniversário, e quero desejar que você seja a pessoa mais realizada no mundo. Hoje é o dia do seu aniversário, e você é o presente na vida de todos nós. Hoje é o dia do seu aniversário, embora que todos os dias para você, sejam dias de festa. Hoje é o dia do seu aniversário, faz 22 anos que o mundo é mais feliz.



Cáh

25 de maio de 2009

time of sunrise



guarda para amanhã
as coisas que precisam de mais tempo,
o beijo que precisa ser mais lento,
a palavra que precisa ser pensada antes de dita,
a ação que dever ser pesada antes de feita,
guarda para amanhã
um pouco de tanta sede,
um pouco de tanto passo,
um pouco de tanta de gente,
guarda para amanhã
logo tudo há de ser ...
o que não é agora
o que sem demora
vai amanhecer
.
.
(Cáh Morandi)

22 de maio de 2009

os lírios que demoram



para um semeador de lírios

(to a sower of lilies)



Somos atrasados, somos ultrapassados por nossa pressa
só percebemos o amor a tempo de lembrá-lo
só descobrimos que era a última chance depois de perdê-la
só aprendemos depois que os erros foram cometidos,
que as oportunidades passaram,
que os anos foram estampando nosso rosto;
beijaríamos mais doce se soubéssemos que aquele
seria o último beijo;
gravaríamos a expressão do riso, o som do riso,
a leveza do riso, o porque do riso;
amaríamos mais quem nos importa do que
nosso egoísmo;
amaríamos mais.... e apenas isso nos salvaria
de uma vida comum.



(O amor esquece de começar. Você estava dento dele, e eu acabo de chegar. Só agora cheguei ao amor, eu cheguei a você. Depois que as juras venceram, que os presentes foram dados, que os corpos foram expostos. Eu estou sempre atrasada. Eu sou sempre depois de você. Tenho sempre as certezas erradas. Você já foi, e eu ainda estou te esperando naquele aeroporto.


Eu te amo, tarde mais, naturalmente.)



Cáh Morandi

14 de maio de 2009

toda noite antes de sonhar
minha oração é um pensamento
que Deus pode escutar,
e todo pensamento que se insiste
pode estalar, tornar vida,
então fecho os olhos:
penso muito em você
penso muito em você
penso muito em você

13 de maio de 2009

"somewhere over the rainbow..."

foto: Angela Bacon-Kidwell

o que nos vale
é saber que logo
algo bom acontece
não será diferente agora
há tanta história ainda
(ainda outras histórias nas nossas)
repare, é preciso estarmos atentos
no vento que nos leva
e ao mesmo tempo traz
tudo de forma veloz
que mesmo na noite infinita
uma estrela brilhará
para nós







(Cáh Morandi)

10 de maio de 2009

de repente


se você viesse
dia desses
hora dessas
e não tivesse tanta
pressa
se você chegasse
se fosse primavera
se eu soubesse disfarçar
ver você como uma
surpresa
que não se espera
se eu me calasse
não deixasse escapar
nas
entre
linhas
as coisas que são tuas
que quero como minhas
ah, se você viesse
se tudo acontecesse
uma benção dessas
se você ficasse
se você passasse
uma vida com a minha.


(Cáh Morandi)

Curta