23 de agosto de 2009

esqueça


tenho uma vontade besta
de esperar o futuro
desejando que o passado retroceda
para passar pelos dias
é preciso deixar o coração distraído,
não mais do que sempre esteve,
é preciso deixar o coração sem perigo
sem oferecê-lo de abrigo a mais alguém
que o melhor nos aconteça
se quiser, de mim esqueça
mas de mim, por favor,
nunca, nunca, nunca
desapareça



Cáh Morandi

13 comentários:

Anônimo disse...

seus poemas sempre, SEMPRE, remetem a mim!!!!


beijo! parabéns pela suavidade!

Gisele
www.inventandoagentesai.blogspot.com

Rosemildo Sales Furtado disse...

Eis que depois de um longo e tenebroso inverno, a boa filha volta ao lar. O importante é que votou para nos deliciar com belas criações.

Beijos,

Furtado.

Felipe Braga disse...

Belo poema, como sempre. Encantador.
Parabéns.
Beijos.

Elza Rocha disse...

Lindo poema. É como se tivesse sido feito para mim nesse momento. Me emocionou. Beijo.

Anônimo disse...

hummmm
parece filha do Mario Quintana...
beijooooooo

(ed)

Marcos Satoru Kawanami disse...

se "unidos venceremos", distraídos vamos acertar na cagada, meu!

foi o Paulo Leminski que intitulou um livro de "distraídos venceremos".

=D
marcos

Dilean de Bragança disse...

"...se quiser, de mim esqueça
mas de mim, por favor,
nunca, nunca, nunca
desapareça!"

Sempre assim, tão linda e tão sensível!

ETAM sempre.

Eloisa disse...

Se quiser de mim esqueca*, mas por favor, nunca desapareca*. Lindo.

beijo.

Katrina disse...

tomara que nunca desapareça mesmo

Lu Olhosde Mar disse...

menina, perfect! vc me lê!

Felinea disse...

as coisas bonitas sempre permanecem :)

saudade de ti, menina querida.

rita disse...

olá!!bom dia!
belo poema..toca fundo meu coração.
você é encantadora.
estava com saudades de vir aqui.
otima semana bjos.

Eliane Moura disse...

Boa Tarde! Nem sei como dizer... Mas lindo d+... É um prazer saber quem é Cáh Morandi...
Parabéns...
Bjos, Eliane Moura.

Curta