25 de maio de 2009

time of sunrise



guarda para amanhã
as coisas que precisam de mais tempo,
o beijo que precisa ser mais lento,
a palavra que precisa ser pensada antes de dita,
a ação que dever ser pesada antes de feita,
guarda para amanhã
um pouco de tanta sede,
um pouco de tanto passo,
um pouco de tanta de gente,
guarda para amanhã
logo tudo há de ser ...
o que não é agora
o que sem demora
vai amanhecer
.
.
(Cáh Morandi)

14 comentários:

Borboletas ao sol disse...

"Calma, tudo está em calma..."

Gostei bem grandão.

=)

Amanda Proetti disse...

Gosto tanto dos teus escritos... !

Paulo Vitor Cruz disse...

o amanhã é sempre belo para aqueles que conseguem ver além do hoje...risas...(olha eu e as minhas filosofias baratas...)

bem, quanto ao texto, gostei do ar de crônica, do poema...um vocabulário simples, uma leitura leve...muy bien.

hasta luego, chica.

**lugullar** disse...

Delícia esperar quando as palavras, ditas assim, deitam sobre a ansiedade a esperança de poder mais. adoro suas palavras, menina, me foste apresentada pela Cristal, do Trem da Lira... Desde então, não deixo de visitar seus cantos. Bjo

Marcos Satoru Kawanami disse...

"meu mundo é hoje,
não existe amanhã pra mim.
eu sou assim,
assim morrerei um dia,
não levarei arrependimentos
nem o peso da hipocrisia."

(Wilson Batista e José Batista)

Anônimo disse...

As palavras e Ela...Ela e as palavras, enche os olhos e o coração.

Abraços

Búh. disse...

mesmo começando de forma piegas.. vc sempre termina seus poemas lindamente! Adorei.. mais ainda do meio pro fim.. especialmente os versos:

guarda para amanhã
um pouco de tanta sede,
um pouco de tanto passo,
um pouco de tanta de gente,
guarda para amanhã
logo tudo há de ser ...

:D

Ni ... disse...

Saudade de ti, dona menina...

Fran Sanchez disse...

Enquanto isso, podemos nos espreguiçar longamente, demoradamente... podemos suspirar e aguardar o momento de dizer: Bom dia!

Bruna disse...

"Amanhã, ódios aplacados, temores abrandados..."
(Guilherme Arantes)

seu blog é lindo e sua poesia é uma delícia de ler.
Beijos.

Anne Scandell fadacom disse...

Sera que podemos também deixar para amanhã os relacionamentos? A forma como nos relacionamos afetivamente com os outros nos ensina muito sobre nós mesmos. Descobrimos nossa capacidade de amar, de nos doar, de estabelecer cumplicidade, de responsalidade com a felicidade do outro, mas entramos em contato também com os nossos sentimentos mais intimos e nos tornamos quem somos. Bjão encantado de uma fadinha que adora voar.

REGGINA MOON disse...

Maravilha vir aquiu ler-te!!

Guardo sempre para amanhã, todos os sentimentos que não consegui expressar no "hoje".

O amanhã está chegando....

Um grande beijo!

Reggina Moon

Renata de Aragão Lopes disse...

Delicioso poema!
Recado perfeito para pessoas afoitas como eu! rs

Helô Müller disse...

Vc é demais, Cah !! Que bom ter encontrado seu Blog ... Adoro sua forma de expressão: Sensibilidade, delizadeza, intensidade, afeto e tudo isso com muita simplicidade e elegância ! Nem sei se consegui definir algo de vc !! rs
Mas, tentei ... rs Juro que tentei !!
Beijos de admiração !
Helô

Curta