19 de janeiro de 2009

meu lar


não precisa marcar hora
odeio datas, odeio dias
nada que tenha contagem me agrada
nada me seja marcado com antecedência
é bom surpreender-se com as surpresas
deixar que cheguem as novidades coloridas
no mais, me importa o que sei:
te recebo em cada segundo da minha vida.


Cáh Morandi

9 comentários:

frutos podres de uma imaginação febril disse...

opa, passando pra agradecer ao e-mail respondido...tbm pra deixar registrado aqui a minha recente (e crescente....)adimiração pelos teus versos, moça...

ah, e tbm pra comentar sobre o poema...e teclar que ele traduz (pelo menos, sob o meu ponto de vista...) um dos anseios da sociedade pós-moderna...(o que me agrada muito que aconteça)...que se resume nesse "é bom supreender-se com surpresas"...as coisas tem ficado muito obvias e as vivências do indivíduo tem se dissolvido nisso....

bem, agora eu paro de teclar por aqui, né...

abs.

Nós disse...

''nada me seja marcado com antecedência
é bom surpreender-se com as surpresas''

Esse sou eu uai... hahahahah...

que bacana ler seus posts!!!Sempre com alguma surpresa agradável.

Beijos Cáh

Marcos Satoru Kawanami disse...

Poeminha meia-boca ruinzinho pra dedéu...

Surpresa! hehe

Gostei do pleonasmo "é bom surpreender-se com as surpresas"; belo achado de retórica.

Pô, ainda quero o teu livro. Pode ser?

Diana Borges disse...

Cáh, querida.
A cada novo poema me apaixona mais por seu trabalho. Tão doce suas palavras..

Tatiana disse...

Cáááhh que lindooo! Adoreiii mesmoo..estava com saudade dos seus escritos...das suas palavras...BEIJOS

Ni ... disse...

Surpresas aquecem a alma...

Beijo e mais beijos, lindona

Anônimo disse...

sou apaixonado pelos seus poemas e como já é dito.. "te recebo em cada segundo da minha vida.", com seus escritos que a cada dia fico mais alucinado as deliciosas sensações que você me proporciona..

Obrigado por me surpreender com suas surpresas.

Anne Scandell fadacom disse...

Viver de forma rigida com hora para tudo nos transforma em seres mecânicos. Por isso as vezes precisamos de asas para voar alto, longe, na imaginação dos nossos sonhos. Continue a nos inspirar com suas palavras envolventes.

Búh. disse...

versos livres de métrica e carregados de sentimento. Gosto disso!

Curta