28 de novembro de 2009

E se?
No fundo a pergunta ecoa
No fundo ela cria raízes
E se? Você voltasse...

29 de outubro de 2009

sobre verdades e amor


O amor nunca vem antes, não há oração, coração ou simpatia para que ele se anteceda. Vencer a nós mesmos, vencer a própria pressa, suportar e decifrar o descaso e descanso da hora. Esperar. Esperar como se não tivessemos urgência, esperar como se a espera fosse o último motivo de não ir para frente. O amor nunca vem antes. Nunca antes da paixão, nunca antes da primeira oportunidade para pular do barco, nunca antes de conhecer o outro tão fundo a ponto de desistir. O sentimento seleciona ou anula, e entre um sim ou um não a linha é tão tênue e ao mesmo tempo um enorme abismo. Sim ou não. Uma escolha rende a história de uma vida, ou de duas. Escolher quando a chance de ser escolhido é bem maior. O amor nunca vem antes... sempre virá depois do que pensamos ser amor.
.
.
Cáh Morandi

14 de outubro de 2009

pelo que vira recordação


o que virá para mim
amanhã, também não sei
depois de tanta loucura,
tantas fugas, precipitações,
depois de tanto amor,
tanta doçura, explosão
o que virá, virá
se ficar, que não seja em vão
que não seja mais um erro
que não seja mero atraso
embora tudo que venha fique
nem que se modifique,
que ao vir logo vire
recordação




(Cáh Morandi)

20 de setembro de 2009

hoje não


Pode ser um outro dia qualquer
sesde que não seja hoje...
Me recolho em algum canto
onde tudo que quero
é beber um pouco de solidão
onde posso ficar de pijama
passar o dia na cama
esperando entardecer
vir um novo sol
que possa me alcançar
e então venha,
mas agora não,
porque estou em mim
-lá dentro, caçando -
me perdendo
e me encontrando...
aos poucos me preparando
para que você possa vir
;
;
Cáh Morandi

10 de setembro de 2009

my love has two eyes to see my smileand my eyes reflect unconditional love.
my love has one heart to recordand exhibit the truth of my being.
my love has one soul to knowthe depth and trials of my soul.
my love has two lips to kissme to feel the passion of my blood.
my love has one body to cryfrom in pleasure or pain.
my love has two ears to hearmy pledges of fidelity and eternity.
my love has one sense of mystery to torture me with her sensuality.
my love has one mind to createthe world in which I exist.


A A

a lily

23 de agosto de 2009

esqueça


tenho uma vontade besta
de esperar o futuro
desejando que o passado retroceda
para passar pelos dias
é preciso deixar o coração distraído,
não mais do que sempre esteve,
é preciso deixar o coração sem perigo
sem oferecê-lo de abrigo a mais alguém
que o melhor nos aconteça
se quiser, de mim esqueça
mas de mim, por favor,
nunca, nunca, nunca
desapareça



Cáh Morandi

16 de julho de 2009

desencontro





Remexo dentro de mim,
nem sempre é fácil
saber a parte de nós
que ficou no caminho:
toco... faço a ferida arder.
Sentir a ferida, é a maneira
mais rápida de curá-la.

"Nada em mim foi covarde,
nem mesmo as desistências:
desistir, ainda que não pareça,
foi meu grande gesto de coragem."

(Caio F. Abreu)



Cáh Morandi

11 de julho de 2009

Através de você



(imagem: Cáh Morandi)
.
.
Eu sempre olho o mundo através de você
é por isso que devo vê-lo de uma forma bonita
há dias que uma multidão toda grita,
mas seria fácil reconhecer sua voz dentre todas elas
.
Eu sempre olho o mundo através de você
não há dias nebulosos e nem chuva inesperada;
desculpe se você tem sido meus olhos,
mas só assim pude embelezar a tristeza e descobrir a poesia
.
Eu sempre olho o mundo através de você
desde aquele dia que um anjo traduziu o bater de meu coração
ao menos lá fora é uma tela ainda com tinta fresca
cheirando a lírios recém colhidos em boa época
.
Eu sempre olho o mundo através de você
bem mais que a visão, me permites os sentidos todos
enquanto permaneces sentado nesse banco dourado de primavera
a realidade parece um sonho que posso tocar acordada
.
.


Cáh Morandi

14 de junho de 2009

June 14

for those who love, more than chocolate
.
.
quando deixamos a distância existir?
quando desistimos pela primeira e errada vez?
quando aceitamos deixar o amor passar?
ainda penso receber recados teus vindo da Irlanda,
New York, Alemanha, Siri-Lanka ou Mariscal
ainda penso em uma palavra bonita tua
que me despertasse para sonhar
ainda tenho medo de caminhar na praia
quando é noite,
mas tua falta me fez mais corajosa
depois de tantas madrugadas que
tenho atravessado


(I spend hours n' hours thinking about you...)

as palavras que um dia te trouxeram
não irão trazer de novo
e eu tento te imaginar
como um dia te amei sem conhecer teu rosto
como o dia em que te gravei entre carne e pele
planto lírios como quem planta um acervo
para as memórias
planto lírios como quem espera o amor
florescer em breve

(I spend hours n' hours thinking about you...)

que um amor te aconteça
que um amor te salve
que um amor te cuide

(I spend hours n' hours thinking about you...)


continuo te escrevendo
para que meu coração se inspire
para que meu coração se lembre:
.
(I spend hours n' hours thinking about you...)

12 de dezembro
meu futuro não
será melhor que
aquele dia
.
.
I spend hours n' hours thinking about you...
I spend hours n' hours thinking about you...
I spend hours n' hours thinking about you...
.
.
Cáh Morandi

7 de junho de 2009

atrasou!


E quando eu estiver nua do tempo
e dos meus compromissos alheios,
da hora marcada para levantar,
dormir, jantar e tomar café,
o dia que eu não me preocupar
com a casa desarrumada,
perder uma hora no aeroporto,
sair sem pressa de voltar,
eu sei que será tarde...
tarde demais para o amor chegar.


O tempo todo eu controlei o tempo,
e acabei por fazer o amor se atrasar.

(Cáh Morandi)

1 de junho de 2009

(...)




tentar chegar ao amor
é como reduzir da terceira para a segunda,
engrenar a marcha ré e pisar fundo,
é desacelerar, é querer voltar,
é desfazer as malas e voltar para casa,
é não perder o cheiro,
é não cobrir o corpo,
é não perder o tato,
é querer ficar,
é não abandonar as memórias...
tentar chegar ao amor:
pensar na primeira coisa
que deveria se esquecer.



(Cáh Morandi)

31 de maio de 2009

à você, por tudo

(foto: cáh morandi e renato)

Para Renato


Às vezes a palavra falha. Ainda não tenho todas elas, pois você é uma história que nunca termina, um poema que sempre começa, a inspiração que sempre me desperta. Você é meu riso repentino, meu vício quase que diário. Você está entre as coisas mais raras que Deus colocou no mundo, e que por mera distração colocou no meu destino. Você que me melhora, que me traz as coisas boas. Que me traz forças, me traz esperanças. Você confia mais em mim do que eu mesma. Você que me leva para Paris, Buenos Aires, Grécia, ou para qualquer lugar que eu quiser sem nem mesmo me tirar do lugar. Você que está em tudo que eu faço. Você que compartilha passo a passo dos meus piores e melhores momentos. Você que realiza meus desejos como se fosse uma estrela cadente caindo sem nunca parar. Você que me faz mais humana, mais sonhadora. Você que me faz mais bonita, mais bem humorada. Você que é meu cúmplice. Nós que seguimos os passos da amizade até chegar ao amor. Amor incondicional e intransferível, que não ficará a mercê do tempo, da distância, de outros amores. Amor dado não se pega de novo. Amor dado não pode ser perdido ou trocado. Quero você na minha vida inteira “ e ainda na manhã do outro dia...” . Quero não me perder de quem me faz bem, de quem me quer bem, de quem me inspira, de quem faz os dias serem fardos mais leves. A palavra falha, tenho certeza. Hoje é o dia do seu aniversário, e quero desejar que você seja a pessoa mais realizada no mundo. Hoje é o dia do seu aniversário, e você é o presente na vida de todos nós. Hoje é o dia do seu aniversário, embora que todos os dias para você, sejam dias de festa. Hoje é o dia do seu aniversário, faz 22 anos que o mundo é mais feliz.



Cáh

25 de maio de 2009

time of sunrise



guarda para amanhã
as coisas que precisam de mais tempo,
o beijo que precisa ser mais lento,
a palavra que precisa ser pensada antes de dita,
a ação que dever ser pesada antes de feita,
guarda para amanhã
um pouco de tanta sede,
um pouco de tanto passo,
um pouco de tanta de gente,
guarda para amanhã
logo tudo há de ser ...
o que não é agora
o que sem demora
vai amanhecer
.
.
(Cáh Morandi)

22 de maio de 2009

os lírios que demoram



para um semeador de lírios

(to a sower of lilies)



Somos atrasados, somos ultrapassados por nossa pressa
só percebemos o amor a tempo de lembrá-lo
só descobrimos que era a última chance depois de perdê-la
só aprendemos depois que os erros foram cometidos,
que as oportunidades passaram,
que os anos foram estampando nosso rosto;
beijaríamos mais doce se soubéssemos que aquele
seria o último beijo;
gravaríamos a expressão do riso, o som do riso,
a leveza do riso, o porque do riso;
amaríamos mais quem nos importa do que
nosso egoísmo;
amaríamos mais.... e apenas isso nos salvaria
de uma vida comum.



(O amor esquece de começar. Você estava dento dele, e eu acabo de chegar. Só agora cheguei ao amor, eu cheguei a você. Depois que as juras venceram, que os presentes foram dados, que os corpos foram expostos. Eu estou sempre atrasada. Eu sou sempre depois de você. Tenho sempre as certezas erradas. Você já foi, e eu ainda estou te esperando naquele aeroporto.


Eu te amo, tarde mais, naturalmente.)



Cáh Morandi

14 de maio de 2009

toda noite antes de sonhar
minha oração é um pensamento
que Deus pode escutar,
e todo pensamento que se insiste
pode estalar, tornar vida,
então fecho os olhos:
penso muito em você
penso muito em você
penso muito em você

13 de maio de 2009

"somewhere over the rainbow..."

foto: Angela Bacon-Kidwell

o que nos vale
é saber que logo
algo bom acontece
não será diferente agora
há tanta história ainda
(ainda outras histórias nas nossas)
repare, é preciso estarmos atentos
no vento que nos leva
e ao mesmo tempo traz
tudo de forma veloz
que mesmo na noite infinita
uma estrela brilhará
para nós







(Cáh Morandi)

10 de maio de 2009

de repente


se você viesse
dia desses
hora dessas
e não tivesse tanta
pressa
se você chegasse
se fosse primavera
se eu soubesse disfarçar
ver você como uma
surpresa
que não se espera
se eu me calasse
não deixasse escapar
nas
entre
linhas
as coisas que são tuas
que quero como minhas
ah, se você viesse
se tudo acontecesse
uma benção dessas
se você ficasse
se você passasse
uma vida com a minha.


(Cáh Morandi)

22 de abril de 2009

um bom lugar


bobagem a gente pensar que passa...
que o tempo passa,
que os dias voam,
que a fila anda,
que a vida segue,
se o passado revive
se a lembrança persegue,
se não há tempo que carregue
o desejo de ficar à toa
no pensamento, numa saudade boa,
em uma vontade, em um sossego,
em uma pessoa


(Cáh Morandi)

17 de março de 2009

{remember}


não fale
me vê
me lê
o corpo
em braile





(Cáh Morandi)

25 de fevereiro de 2009

incógnita






do amor
não dá de saber
do começo
ou do fim
até aonde irá
ou de como seria
se durasse mais um dia




(Cáh Morandi)






Imagem de monettenriquez

18 de fevereiro de 2009

para todos


Nem tudo que é vento voa
Nem tudo que é tempo passa
Nem tudo que é medo apavora
Nem tudo que é esperança consola
Nem tudo que é cansaço desanima
Nem tudo que é só isola
Nem todo amigo falha
Nem todo amor fica
Nem todo fogo alastra
Nem toda fome mata
Nem toda hora atrasa
Nem todo corpo casa
Qualquer pouca fé:
Salva.



(Cáh Morandi)

3 de fevereiro de 2009

um coração não pode esperar


penso no amor
e uma lembrança antiga
me traz o seu rosto.
Pela urgência do amor
esquecemos de vivê-lo
damos a ele um tempo
que não pode ser dado:
tempo irrecuperável,
intransferível.
Um coração não
pode ficar para outro dia,
outra hora, outra vida.
.
.
(Cáh Morandi)

26 de janeiro de 2009

abrir-me


meu olhar e minha paixão
pelas coisas de fora
me fascinam e quase me levam
apesar da beleza quase que irresistível
apesar da doçura e do deslumbramento
apesar da vontade e querer de estar longe
a vida é uma cilada sem chances de fuga
eu quase me esqueço, mas quando me toco
quando a ventania começa a soprar mais forte
me vejo, me tenho e me lembro:
o amor é uma porta para dentro.


(Cáh Morandi)

19 de janeiro de 2009

meu lar


não precisa marcar hora
odeio datas, odeio dias
nada que tenha contagem me agrada
nada me seja marcado com antecedência
é bom surpreender-se com as surpresas
deixar que cheguem as novidades coloridas
no mais, me importa o que sei:
te recebo em cada segundo da minha vida.


Cáh Morandi

16 de janeiro de 2009

sobre a música

Gockel music life


uma música nos guarda
nos conta, nos canta
nos dança

nos une
quando a gente se perde
nos lembra
quando a gente se esquece
que amou
nos traz um passado
como um presente

uma música
é um segredo revelado



(Cáh Morandi)

7 de janeiro de 2009

sobre adormecer


de tudo durante a vida
sempre valerá a pena
todo perder, todo ganhar
todo partir, todo ficar
todo encontro, todo desencontro
todo choro, todo riso
a vida é mesmo isso
mesmo que a gente não veja
há tempos de cegueira passageira
em que os olhos serão esquecidos
mas por todo sonho que será sonhado
valerá à pena ter adormecido
.
.
(Cáh Morandi)

4 de janeiro de 2009

gravidez imaginária


homens não sabem
que não é só de filho
que mulher engravida
fazem a gente sonhar
(re)planejar uma vida
recalcular todos os planos
(não incluir os danos)
dizem que amam
(nem sempre sentem)
dias desses largam
a gente por coisa qualquer
não sabe o homem
que deixou grávida
uma mulher
de fantasia






(Cáh Morandi)

Curta