28 de novembro de 2008

aviso de chegada


Tenho vindo de longe
ao teu encontro
atravessei continentes
e terras que não tem nomes
comi um pouco de fome
tornei-me estrangeira
de mim mesma


Espera
estou quase no fim do caminho
me reserve para a chegada
um pouco dessa tua doçura
para que quando eu te beijar
o gosto amargo da distância
se dissolva como se nunca
tivesse existido



(Cáh Morandi)

7 comentários:

Felinea disse...

a espera[nça]... ah [!], essa danada!

lindas palavras!

miados felizes, cáh! :)

Lalo Oliveira disse...

Reservo sim... haha

=*

Giuh disse...

eu adoro teus textos, *--------*

Iza disse...

Te ler me faz um bem imensurável.

rai2007 disse...

Chegamos para colher teus poemas na alegria dos teus olhos,no encontro/desencontro e nas palavras dos amores encontrados/perdidos.

Juana disse...

muito bom :)

POETICAMENTE FALANDO... disse...

Maravilhoso!!!!Isso mesmo que eu queria dizer...mas não encontrava palavras, só ti as encontra!

Beijos!

Reggina Moon

Curta