13 de julho de 2008

Beijos estrelas




Um beijo não acontece sempre, porque um beijo é algo muito perto do milagre, e milagres demoram para se alcançar. Porque não basta fazer promessa, primeiro se deve acreditar, e isso é fé. O beijo é parecido, porque não é só um lábio no outro, duas línguas se tocando, mas sim quando esse encontro acontece e então a gente sente como se todas as estrelas do céu da nossa boca estivessem caindo e derretendo em nossa garganta. Beijos-milagres-estrelas são como aquelas cadentes que a gente vê raras vezes e que se pode fazer um pedido (os milagres que desejamos) enquanto dura o pequeno espaço de sua existência.




(Cáh Morandi)

4 comentários:

Anônimo disse...

Estrelas caindo do céu da boca e derretendo na garganta...que delícia isso!
Beijos, querida.
Marcia

Diana Borges disse...

Cáh, bela
sempre bela
eternamente bela


Ao ler, desejei beijar
Ao ler, desejei copiar
Ao ler, desejei que meu amor lesse
Compartilhei com ele.

amei..

Beijo!

ED disse...

cada vez
M E L H O R !

Ni ... disse...

Ai ai... delicia que é beijar...

Poetisa, que delicia que é viajar nos teus escritos...

Parabéns!!

Beijo e mais beijos...

Curta