8 de junho de 2008

Indescritível



Digo, é você
Que se precipita
E no meu verbo
Apita

Sinto, é você
Se um olhar me fita
E na vida me lanço
Infinita

Veja, é você
Que se balança
E no meu seio
Avança

Pinto, é você
Que se mostra
E a pele na pele
Encosta





(Cáh Morandi e Cris Poesia)

Nenhum comentário:

Curta