22 de maio de 2008

eu sento em tuas pernas
aperto teu peito contra o meu
você me embala e balança
adormecendo meus medos

Nenhum comentário:

Curta