6 de abril de 2008

Ver(de) mundo




Passos descalços
Aroma percebo
Pelos dedos

Sinto o que vejo
Crio o que não devo
As formas e ensejos

Passos enraizados
Desenham arco-íris
Frescor de arejo

Se rir em ver o céu
Parede pintada anil
Pássaros de aquarela

Passos riscados
Coloridos de verde
Flor de enfeite

Releio o que anda a solto
No mundo que se mostra
Que devoro e crio outro



~Cris Poesia e Cáh Morandi ~

Um comentário:

Akinogal disse...

See Please Here

Curta