5 de abril de 2008

vem, vai, vão

nada muda
tudo mudo
e acontece
esse
vem e vai
e eu
no vão

.
.
(Cáh Morandi)

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei esse seu poema concreto-modernoso.
Marcia

Henrique disse...

no vão? verbo? que vão? no vai e vem e você no vão? quê isso?! sexo grupal?! hauhuahua

Curta