25 de abril de 2008

Para desconcertar


eu gosto de te olhar
até travar tua fala
até a gente se encaixar
no chão da nossa sala;
eu gosto de te desconcertar
só para te reinventar de todas
as formas que te desejo;
eu gosto de te contrariar,
de te ferver, de te irritar
só para depois sorrir,
te encantar, te desmoronar,
te deixar sem jeito.



(Cáh Morandi)

2 comentários:

JoJosho disse...

See Please Here

Cris... (precisotantoaproveitarvoce.zip.net) disse...

Que lindo! Tem melodia, poderia muito bem se tornar uma música... Fiquei até imaginando como seria... rs! Outro beijo!

Curta