25 de abril de 2008

Em seu lugar


Como será estar no seu lugar
e saber que está me perdendo?
Como será quando você me olha
e se alguma coisa chora ao me ver?
Como será quando não falo contigo
e é vazio o mundo que já foi abrigo?
Como será quando esperas que te amo
e no fundo é engano ainda acreditar?
Como será não ver e poder acordar
não mais me amar toda manhã?
Como será esse tempo de esquecer
todas as coisas que criei para você?
Como será só me encontrar por acaso
lembrar o passado e sorrir sem sofrer?



(Cáh Morandi)

Um comentário:

Anônimo disse...

Acredito que esse tenha sido o primeiro dos vários poemas que recebi e que agora sei.. foram escritos por ti. Eu poderia dizer que perdi mais de uma hora nessa madrugada lendo as coisas lindas que vc escreve , mas direi que ganhei.. ganhei uma espécie de presente que especialmente hoje, me tocou profundamente.

Paulo

Curta