7 de março de 2008

Pequena


nada de imenso
nada de absurdo
sem palácios
sem reinos


me agrada uma casa
pequena
que já basta
a vida de grande;
e tendo o teu
amor ao bastante
tu me entregas
a felicidade
inteira.






(Cáh Morandi)

3 comentários:

Henrique Moreira disse...

Os melhores perfumes apresentam-se em vidros pequenos.

Cris...(precisotantoprecisovoce.zip.net) disse...

Minha "pequena" grande poetisa, amo Caio, viajo horas e horas nas palavras dele, gosto de tantos outros escritores, mas é nele que me encontro sempre, ele mexe lá no fundo, tão "dentro-dentro de mim"... Ainda não encontrei essa intensidade em nenhum outro... Agora vc, moça, escreve como respira, e isso, é dádiva, sei que já te falei isso, mas faz mal não, repito! Sempre... Grande beijo!

nicinha disse...

[b]CÁH..suas poesias SÃO LINDAS!!
Me identifiquei muito com elas...muito sucesso,você é muito talentosa!!!bjo.

Curta