21 de março de 2008

O não-beijo


É estranho pensar que os beijos
São melhores antes de cometidos
Tem o gosto bom do pecaminoso
Enquanto moram nas expectativas;
Eu lembro o quanto você dizia,
Do quanto queria os meus lábios
E no dia em que te beijei, eu não sei,
Se te encantei ou te causei espanto





(Cáh Morandi)



.

.

5 comentários:

Dumuro disse...

See here or here

Henrique disse...

Adorei quando quebra em ritmo e rima quando vem o espanto.

Ni ... disse...

Existem coisas que são melhores quando moram no mundo dos sonhos... rs...

Adoro vir aqui e me deliciar com teu talento...

Beijo Poetisa.

Bah Dinizz disse...

Parabéns a voce 'Cáh'..
E obrigada..msm sem voce saber me devolveu a vontade de escrever!
=)
Eu não fico um dia sem ler tuas poesias.
=D

Paraabéns mesmo..
Beijos

Cris... disse...

Ah o beijo! E o não-beijo? Não sei qual dos dois é melhor... Penso que seja o que vem antes, durante e depois... rsrs! Beijo menina-poesia, meu encanto! Escreves encantadoramente! Beijo, beijo!

Curta