2 de março de 2008

Em letras Evaporadas





Ah! Meus ouvidos
ouçam o mar que arrebenta à praia
Ah! Meu sol, diz pras margaridas
gargalharem no colchão
durmo doces suspiros
Ah! Meu perfume
envolve jasmins, deita a meu lado
quero acordar sentindo tua brisa
Hoje o dia sangrou tragédias redigidas na vida
preciso evaporar em letras macias.
Estendo o corpo
abraço o tempo que está por-vir
Ah! Quantas coisas vivem apenas
na vontade ou na memória
Ah! Minha história torta e
certa pelo avesso
Ah! Meus pesadelos verdadeiros
guardando segredos em livro


Apaga-se no céu a lua
nua
sorrio pra noite escura
uma estrela que é só tua



** Gaivota ** & Cáh Morandi **

Curta