6 de fevereiro de 2008

Ode à Zeus


Em parceria com Cris Poesia



Embevecida por teu olhar empírico
Cantar lírico em coroas de oliveira
Flora, ode ao teu gosto dionísico
Selva, Chronos te perde no tempo
Insulfla-me à teus lábios afrodisíacos
E te bebo em taças de cristais delíricos
Sorriso,Bacco desejo que te cortejas
E Ares, pelos ares te festeja ao encanto
De lambuzar-te entre ébrios beijos
Adornando-te da mitologia infinita
Que renasce Fênix , que te envoca
Atena que de ti verte clara fonte
A banhar-me na arena de teu ventre
Num Olimpo solo profano ou sagrado
Oh Zeus! Heros sabor , vinde a mim!



Cris Poesia & Cáh Morandi

Nenhum comentário:

Curta