10 de fevereiro de 2008

Nada





Quem nunca teve medo?
Quem nunca ficou assustado?
Mesmo quando não era nada...
...e nada era sempre o mais assustador.



[ Cáh Morandi ]

2 comentários:

Dilean de Bragança disse...

Minhamaninha querida.

A algum tempo estou afastada do blog. A inspiração tirou folga, por isso pouco passei por aqui.
Seus poemetos são simplesmente completos.
Você sabe o quanto te admiro em todos os sentidos, então serei redundante se continuar.
Estou com mts saudades.
Bjus & BJus

Carol Mendes disse...

A mais pura verdade. Qdo este nada nos encontra é o que mais apavora porque sentimos o medo e não sabemos o que combater e qual dos sentimentos além do medo colocar em ação para fugir dele. Beijo grande

Curta