31 de janeiro de 2008

Por causa...



Respiro fundo. Experimento. Re-experimento. O beijo. Nada mais que um beijo. Tremo. Desabo. Desfaleço. Aquele riso trai meu bom senso. Enlouqueço. Me permito. Desatino. E me dou. E me entrego. De corpo. De alma. E de repente. Estou morrendo. Estou vivendo. E se for amor? Se tudo isso foi só um beijo...



[ Cáh Morandi ]

3 comentários:

Carlos Lima disse...

Hoje não teve papaya no café da manhã e pr´humor não cair, vim cáh e já consegui sorrir. //Se não consegues desligar da mente não foi só um beijo e até pode desorganizar o dia. Nível de alerta.

Nane Gomes disse...

Que maravilhoso, sensibilissimo, incrível! Amo o jeito que vc escreve. Tbm sou poeta, estou lançando um livro, visite meu perfil e vamos trocar experiencias...

Nane Gomes disse...

Que maravilhoso, sensibilissimo, incrível! Amo o jeito que vc escreve. Tbm sou poeta, estou lançando um livro, visite meu perfil e vamos trocar experiencias...

Curta