10 de janeiro de 2008

Nunca... nunca...


"if this should be, i say if this should be--
you of my heart, send me a little word;"

(E E Cummings)


É cedo para dizer as coisas que
Dentro de mim ficam me torturando
E desabando em suas pequenas,
Mas continuas explosões.
Quando ele ri na hora
Que nossos corpos estão
Se amando, é tudo tão perto
De ser perfeito...
(eu amo os seus lábios, querido)
Eu ousei pensar, por tantas vezes,
Se seu coração estivesse comigo...
Eu desejei seu corpo se desenhando
Nos movimentos de minhas mãos...
Nunca, nunca... você jamais...
Seria meu, daquela forma...
Onde só podemos amar
Uma única pessoa por vez.


[ Cáh Morandi ]

Um comentário:

Dilean de Bragança disse...

Lindo, lindo, lindo minhamaninha.Como sempre!
ETAM.

Curta