16 de dezembro de 2007

Minha parte


Por vezes me desconheço,
As tantas me descubro,
Em segredo me revelo,
Com amor me cubro,
De paixão me visto,
Mas do medo: nua!
Na rua ser de ninguém,
E em tudo: tua!
Por ser metade de mim
És minha melhor parte;
Sem literatura, pura arte,
Voraz, faminta, crua!


[ Cáh Morandi ]

Nenhum comentário:

Curta