6 de novembro de 2007

Contando dias

[Foto de Alejandro Lopez]

Trinta dias demoram o milênio inteiro para passar
Renovam-se todas as luas, suas inúmeras faces,
Se eternizam nesse tempo que quer durar
De forma que estrelas brilham menos
O infinito, escuro, fica tão pequeno
Para tantas luzes no céu a naufragar,
Mas quando vier dezembro,
(O quinto dia do amor chegar)
Então tudo fica tão pequeno
O céu, se arruma, sereno,
Deixando o sol raiar para clarear as praias do sul...
É onde Mariscal mora,
(onde eu quero morar)
Estrelas do mar brotam entre as areias,
Cinco pontas, nove dias,
Para o amor habitar.
E quando forem quatorze, todas as juras,
Hão de se prender ao peito
Levando sal e a maresia
Que a nos, se unia,
Nos fim de tarde, sentados,
A escrever poesia...


- Cáh Morandi -

Um comentário:

Cris... disse...

Esse teu poema me lembrou uma música do Biquini que adoro(Quanto tempo demora um mês pra passar).Muito lindo mocinha! Outro beijo!

Curta