6 de outubro de 2007

Onde florescer


Me contaste em alguma hora
Em que éramos como um,
Dessas folhas secas que voam e
Que enfeitam o parque
Nas tardes em que ali caminhamos;
Dos amores que brotam
Entre pedras e secas
Fortes, verdes, flores.
Tu me dizias sempre
De coisas que não eram minhas:
Teus sonhos, teus planos, teu amor.
Pensei em escrever sobre essa hora
Nos próximos mil anos
Porque, de leve, pude te sentir
Mais perto, mais meu...
Tal como a raiz se penetra na terra
Tal como meus versos se afundam em ti
E tentam te desvendar e te conhecer,
Sugar teu ar e tuas seivas
Para que eu nasça e floresça
Plantada ao longo de teu corpo
Bebendo os raios de teu sol...

- Cáh Morandi –


Nenhum comentário:

Curta