28 de outubro de 2007

Escuro coração


Fecho meu coração
Antes de dormir
Em noites em que
Nada existe além da escuridão

Peço que esqueça
Das memórias
Pelas quais ele bate
Peço que cale
O timbre
Pelo qual ele soa

Com meu murmúrio
Carregado de lágrima
Peço que ele durma,
Que não mais acorde
No outro dia que romper


Peço que leve
O amor
Que o pulsa
Peço que morra
N’alguma
Ou nula esperança

- Cáh Morandi -

2 comentários:

Cris... disse...

Oi Cáh, tudo bem? Acho que vc. nem vai se lembrar, mas uma vez falei com vc. no orkut, tinha visto uma poesia que postou na página da Lo e fui te falar, e agora, descobri esse teu blog através do Blog da Lo, li os primeiros posts, menina escreves lindamente bem. Parabéns! Voltarei para ler mais! Um beijo!

A. C. O'Rahilly disse...

Quando você é jovem, cada dia em que o coração está vazio parece uma eternidade ... e com a idade que passa como se ....


com amor,
Andrew

Curta