8 de outubro de 2007

Conceito de beleza


Se me questionam sobre a beleza, logo uso a frase pronta: “ A beleza está além dos olhos!” E assim é. A real beleza está muito além de um corpo bonito e sarado ou sem nenhuma deficiência. As pessoas deviam começar a enxergar de dentro para fora, daí, quem sabe, havia menos sofrimentos naquilo que chamamos de “amor”.

Começaríamos nos apaixonando pelo humor, pelos sentimentos, pelas sensibilidades, pelo comportamento.

Depois a gente devia sentir. Sentir o cheiro, o toque, os fios de cabelos, a textura da pele.

Em seguida deveríamos ouvir sua voz, seus planos, como é a pessoa cantando, verificar se o timbre muda durante o dia.

Todo mundo devia antes conversar sobre tudo e durante muito tempo. E só depois de tudo sentido, ouvido, tocado, falado é que deveríamos então abrir os olhos. E a beleza há de estar ali. Aquela que importa, aquela que vale acordar e dormir até o último dia de sua vida.Para os que serão capazes de fazer esse experimento o feio e o inútil nunca existirão.

A beleza, invariavelmente, está naquilo ou naqueles que a gente verdadeiramente ama (e principalmente conhece).

- Cáh Morandi -

2 comentários:

A. C. O'Rahilly disse...

os olhos não se encontram

Caetano Diniz disse...

Estudei a semântica de teu nome...
Carine = apaixonante...linda

Curta