21 de setembro de 2007

You and the seven stars



Tenho costume de me sentar na varanda
Com os cabelos soltos e pensamentos agradáveis
Gosto de encher meus olhos de brisa
E depois fechá-los para ouvir o mar
Enquanto meus pés brincam ou dançam um com o outro

Hoje chove desde cedo
(Na cidade e dentro de mim)
E quem canta mais que o vento
É a chuva caindo sobre o oceano
Gotas de melodia se perdem na noite
Queria ver a cor da água daqui
E por não conseguir entristeço

Porque pareço só
E teus olhos tão distantes de meus lábios?

(Você está tão longe...)

Na escuridão do alto do céu que me cobre
Reluzem pequenos e brilhantes pontos
Que rápido se transformam em astros
Então me recordo daquele verso
E são as sete estrelas que colei perto da lua
Eu disse que elas seriam tuas
E apesar da chuva
A luz ultrapassa o espaço do tempo

Olha pela tua janela teu presente
A iluminar a noite em quatro cantos
O reflexo do meu olhar estará nelas
... é uma forma de me sentir...

(Você está tão perto...)


- Cáh Morandi-

3 comentários:

Đٲąทgεℓą disse...

Cáh...

Que lindo seu blog, seus poemas... vou sempre passar por aqui pra espiar!

Adorei!

Bjoks :***

Đٲąทgεℓą disse...

Oieee

Somos vizinhas msm :) mas estou indo morar no canada mes q vem.

eh tu qm escreve tds os poemas?

n me canso de ler :)

bjoks :***
bom fds!

Lorraine disse...

Como sempre sinto q define exatamente o q sinto...
Seus escritos são intensos e me transportam sempre pra perto do amor... rs
Parabéns menina linda!!

Curta