6 de setembro de 2007

Fique sempre em mim

Até agora, que não posso,
Te sinto demasiado aqui em mim
Pessoas discutindo negócios
E eu pensando em você...
Descansa um pouquinho
Nesse meu coração sem jeito
Que só bate por te amar...
Deixo então que meus olhos
Se encham de tua lembrança!
Porque quando ainda te sinto
Em lugares impróprios
Tenho então certeza
Que te carrego por onde ando
E que vou te amando entre letras,
Entre contratos, entre eventos,
Mas te querendo quanto posso...
E que tamanho infinito teria um segundo
Sem que eu te lembrasse!
Quanto tempo na vida perdida
Se por um momento eu te esquecer!
Amor, meu pequeno amor eterno,
Não desista de ir comigo
Porque seria então como morrer...
Amor, meu pequeno amor eterno,
Seja sempre parte do meu pensamento
Do meu céu azul, do meu negro firmamento...
Nunca, nunca,
Em nenhum momento...

- Cáh Morandi-

Um comentário:

Lorraine disse...

O amor sempre trazendo poesia ao coração...
Pode ter certeza que seremos felizes sim, menina linda...

Gosto demais dos seus escritos!!!
Beijinhos recheados do meu carinho pra vc...

Curta