21 de setembro de 2007

Estrela molhada





Gotas de chuva
Molham meu rosto
E me sinto bem
Sendo parte da tempestade
Pé descalços sobre a grama
Os braços abertos ao infinito
- Vem comigo?
Rompe no cinza do céu
Um imenso arco-íris
E no meio da tarde
Eu giro, rodo,
E sou uma estrela molhada
Colada ao lado da lua

- Cáh Morandi -

Um comentário:

A. C. O'Rahilly disse...

Eu não sei se eu sorrio esperando para ler um poema novo ou após ter lido o poema. Cada um é mais delicioso do que durar. Eu supor eu desejo que eu era a lua…

Curta